Blefaroplastia

A blefaroplastia é a cirurgia das pálpebras. Ela melhora a aparência das pálpebras superiores, inferiores, ou de ambas. Proporciona um rejuvenescimento considerável na área ao redor dos olhos, fazendo com que o olhar pareça mais descansado e alerta. A blefaroplastia é geralmente realizada em homens e mulheres adultos que têm tecido facial e músculos saudáveis e pode ser combinada ao lifting facial. Para saber mais sobre cirurgias combinadas, clique aqui.

Indicações da Blefaroplastia
 
Antes de falar sobre as principais indicações desse procedimento cirúrgico, é importante ressaltar que as suas expectativas devem estar alinhadas à realidade. Se tiver interesse em fazer esta plástica, já na primeira consulta com o cirurgião plástico tire todas as suas dúvidas, inclusive sobre o pós-operatório, riscos, investimento etc. Quanto mais você souber, melhor, afinal a cirurgia será feita no seu corpo. Veja a seguir quais são as indicações da blefaroplastia.
 
  • Pessoas maiores de 30 anos
  • Excesso de flacidez na pele das pálpebras
  • Pálpebras superiores e inferiores com ptose (aspecto “caído”)
  • Bolsas de gordura na pálpebra inferior
  • Xantelasmas (bolinhas de colesterol que se formal principalmente nas pálpebras)
  • Excesso de rugas na pálpebra inferior
  • Muitas dobras na região dos olhos
 
Como é feita a blefaroplastia?
 

Normalmente a cirurgia dura entre 40 minutos e 1 hora, por ser relativamente simples e se tratar de uma região pequena do rosto. Pode ser feita com anestesia local + sedação ou então anestesia geral; depende de cada caso.
O procedimento começa com o médico delimitando o local em que será feita a cirurgia, sendo nas pálpebras superiores, inferiores ou em ambas. Em seguida são feitas as incisões nas áreas apontadas e retira-se o excesso de pele, gordura e músculo existentes na região.
O passo seguinte é a sutura. A cicatriz normalmente fica bem fininha e escondida sob as dobrinhas da pele ou então sob os cílios, então dificilmente será vista com facilidade após o período de recuperação. Normalmente, dependendo do horário da cirurgia, a paciente é liberada no mesmo dia, ficando internada apenas para se recuperar dos efeitos da anestesia.

Riscos

Pessoas com doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e insuficiência cardíaca – entre outras – precisam controlar e estabilizar a condição antes de se submeterem a intervenções invasivas como uma cirurgia plástica. Isso vale para qualquer cirurgia, e não apenas para a blefaroplastia.

Assim como todas as outras cirurgias que existem, por mais simples que sejam, a blefaroplastia também oferece riscos à saúde. Veja abaixo alguns deles.

  • Trombose venosa
  • Riscos relacionados à anestesia
  • Secura nos olhos (que pode ser temporária ou permanente)

Pré-operatório

O sucesso e a segurança da blefaroplastia dependem muito da sua sinceridade durante a consulta de avaliação. Você será questionada sobre sua saúde, desejos e estilo de vida. Será necessário, previamente à cirurgia, tomar alguns cuidados. Veja abaixo as indicações gerais de pré-operatório da blefaroplastia

  • Fazer exames de laboratório ou avaliação médica especializada
  • Tomar certos medicamentos ou ajustar seus medicamentos atuais
  • Parar de fumar pelo menos 30 dias antes da cirurgia
  • Evitar tomar aspirinas, antiinflamatórios e medicamentos naturais, pois podem aumentar o sangramento
  • Avise seu médico caso tenha sintomas de gripe ou resfriado às vésperas da cirurgia
  • No dia da cirurgia, chegue no horário marcado
  • Não use maquiagem, bijuterias e jóias no dia da cirurgia
  • Não beba álcool nas 48 horas que precedem a blefaroplastia
  • Leve óculos escuros para quando você for voltar para casa
 

Bônus: a blefaroplastia pode tratar olheiras?

Sim! Chamamos de blefaroplastia inferior, uma vez que cuida da parte de baixo dos olhos.

É indicada para tratar não só as olheiras, mas também o acúmulo de gordura abaixo dos olhos, as famosas bolsas.

Existem outros tratamentos para olheiras, como o uso de cosméticos, drenagem linfática, peeling, carboxiterapia e até mesmo preenchimento com ácido hialurônico. Mas nem sempre esses procedimentos resolvem o problema de maneira definitiva.

Pós-operatório

Grande parte de uma boa recuperação vem do comprometimento da paciente em seguir à risca as orientações do médico após a cirurgia. Cada pessoa tem um processo diferente de cura do organismo, cada pessoa tem um tempo e você precisa respeitar o seu corpo. Num geral, as indicações pós operatórias são:

  • Fazer compressas frias nos olhos para reduzir o inchaço
  • Usar óculos escuros quando for sair de casa para proteger os olhos
  • Evitar o uso de maquiagem durante o período de recuperação – consulte o médico para saber quando você poderá voltar a usar normalmente
  • Dormir de barriga para cima e com a cabeça mais elevada do que o corpo
  • Não faça esforços físicos e nem carregue peso

Depois do procedimento é normal que apareça algum inchaço, secura nos olhos e hematomas na região operada, afinal de contas, para o corpo, a cirurgia é um trauma. Você será orientada sobre como cuidar do curativo e quando deverá retornar ao consultório para acompanhamento dos resultados.

Se você sentir falta de ar, dor no peito ou batimentos cardíacos anormais, procure atendimento médico imediatamente. Caso algumas destas complicações acontecer, você pode precisar de internação e de tratamento adicional.

Resultados da blefaroplastia

Os resultados finais da cirurgia da pálpebra aparecerão dentro de algumas semanas, mas pode levar até 1 ano para as linhas de incisão se refinarem totalmente. Embora a blefaroplastia possa corrigir determinadas condições permanentemente, considere que o envelhecimento é um processo natural e inevitável, então em algum momento as ruguinhas vão voltar a aparecer.

Sempre faça uso de protetor solar e mantenha uma alimentação rica em vitamina C, poderoso antioxidante natural. Quanto melhor você se cuidar e cuidar da sua pele, mais tempo a sua blefaroplastia vai durar.

IMPORTANTE: A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem terá de decidir se os benefícios atingirão os seus objetivos e se os riscos e complicações potenciais da cirurgia são aceitáveis. O cirurgião plástico ou assistentes vão explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Pensando também na sua segurança, apenas as consultas da Clínica Realize são feitas em clínicas. Todos e quaisquer procedimentos cirúrgicos são feitos apenas em hospitais qualificados.