Bichectomia

A bichectomia é a cirurgia plástica que reduz o tamanho das bochechas. O objetivo principal é afinar o rosto, criando um perfil mais harmônico para quem tem as bochechas grandes ou volumosas. Na cirurgia é retirado o tecido que dá volume às bochechas, a chamada bola ou Gordura de Bichat. É daí que vem o nome bichectomia. É a solução para muitos pacientes que sempre tiveram preocupação com bochechas grandes, a famosa “cara de bolacha” – e jamais sonharam que poderiam atenuar o seu problema.

Indicações da bichectomia

O procedimento tem trazido alívio e melhora da autoestima para muitas pessoas que procuram uma solução. Veja abaixo quais são as indicações para a cirurgia.

  • Baixa autoestima e insegurança com a aparência do rosto
  • Traços grosseiros no rosto e falta de harmonia
  • Se você tem a famosa carinha de bolacha
  • Quando o rosto permanece volumoso mesmo perdendo peso
  • Não há definição na linha da mandíbula e pescoço

Como é feita a cirurgia

A bichectomia é feita através de um pequeno corte na parte interna da boca – a cirurgia não cria cicatrizes externas ou perceptíveis – e pode ser feita tanto em homens quanto em mulheres que estejam sentindo qualquer dos sintomas que mostramos acima.

Através do corte, é retirado o excesso da gordura de Bichat. A incisão é suturada com dois ou três pontos absorvíveis, o que significa que não há necessidade de retirada de pontos. Normalmente é feita apenas uma retirada parcial da bola de Bichat. O volume retirado deve ser suficiente para causar um benefício estético, sem aprofundar muito a região das bochechas.

Riscos

Pessoas que têm alguns problemas de saúde, como doenças infecciosas ativas (causadas por vírus, bactérias, protozoários, fungos ou parasitas), não devem fazer esse tipo de cirurgia. Além disso, os riscos que você corre ao realizar uma bichectomia são:

  • Infecção
  • Sangramento
  • Hematomas
  • Lesão nervosa
  • Paralisia facial
  • Lesão no canal da saliva

É importante que você esteja 100% consciente dos riscos e das possíveis complicações antes de decidir fazer a cirurgia. Lembramos que todas as cirurgias da Realize são feitas em hospitais equipados e por cirurgiões extremamente experientes e membros da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Pré-operatório

Assim como qualquer outra cirurgia plástica, o médico vai solicitar alguns exames para saber a quantas anda a sua saúde geral e avaliar se é viável uma intervenção invasiva. Os exames mais comuns são o de glicemia em jejum, coagulograma e hemograma, avaliação cardiológica e função renal.

Lembramos que é fundamental tirar todas as dúvidas antes do dia da cirurgia;  você vai ficar mais tranquila se souber exatamente o que vai acontecer enquanto estiver sedada e anestesiada.

Pós-operatório

Nos primeiros dias é preciso evitar esforços físicos e exposição ao sol. É normal que apareçam hematomas e inchaços nos primeiros dias, mas com o tempo eles vão desaparecer. Normalmente o médico vai indicar compressas geladas nos primeiros dias e alimentação líquida ou pastosa, para não precisar mastigar.

O retorno ao trabalho pode ser mais rápido para pessoas que trabalham em repouso, mas quem precisa se esforçar muito no trabalho vai precisar descansar um tempo a mais. Rotinas de exercício e caminhadas serão liberados depois de mais ou menos 1 mês de procedimento, mas consulte o cirurgião antes de voltar.

Cuidado redobrado com a bichectomia

 

A bichectomia não é para qualquer pessoa. A Bola de Bichat ajuda a manter a pele do rosto no lugar, e caso seja retirada sem indicação, pode causar flacidez na pele do rosto, entre outras complicações.

Resultados

O resultado final demora um pouquinho para aparecer por conta dos hematomas e, principalmente, do inchaço. Tenha um pouquinho de paciência para aguardar o seu rosto se recuperar, afinal de contas a cirurgia é um trauma. Depois de algumas semanas já dá para ver o rosto afinando, mas o definitivo mesmo só depois de aproximadamente 3 meses de cirurgia.

É para o rosto ficar bem natural, sem ficar explícito visualmente que foi feita uma cirurgia plástica. Não existem medidas exatas e a quantidade ideal de gordura a ser removida, depende muito do senso estético de cada cirurgião. O resultado após a retirada da bola de Bichat é, na imensa maioria das vezes, definitivo.

IMPORTANTE: A decisão de se submeter à cirurgia é pessoal e é você quem terá de decidir se os benefícios atingirão os seus objetivos e se os riscos e complicações potenciais da cirurgia são aceitáveis. O cirurgião plástico ou assistentes vão explicar, em detalhes, os riscos associados à cirurgia. Você deverá assinar o termo de consentimento para assegurar que compreendeu plenamente o procedimento ao qual vai se submeter e quaisquer riscos ou complicações potenciais.

Pensando também na sua segurança, apenas as consultas da Clínica Realize são feitas em clínicas. Todos e quaisquer procedimentos cirúrgicos são feitos apenas em hospitais qualificados.